A verdade é que a lei dos resíduos sólidos beneficiou toda a sociedade no viés sustentável. E se você ainda não concorda com isso, vale a pena considerar as principais vantagens de ter um plano de gerenciamento de resíduos sólidos industriais na sua empresa.

Mais do que reduzir os custos de produção ou oferecer ao mercado os insumos e matérias-primas para reciclagem, a empresa garante o cuidado com o meio ambiente em suas ações. Assim, o valor agregado se torna imensurável, elevando o patamar da companhia para outros níveis.

Por que ter um plano de gerenciamento de resíduos sólidos industriais?

Saiba que esse tipo de gestão é fundamental para a grande maioria das indústrias, como alimentícias, químicas, siderúrgicas e muitas outras. 

A ideia é dar um destino adequado aos resíduos sólidos gerados e criar um plano de gerenciamento de acordo com a Política Nacional dos Resíduos Sólidos.

1 – A redução de custos

Possivelmente, esse seja o ponto mais interessante para os CEOs e para quem está por trás das finanças de qualquer indústria. Se traz vantagens financeiras, a empresa se torna mais competitiva também. Logo, há um benefício muito relevante aqui.

Mas como um plano de gestão de resíduos pode levar a uma redução de custos? Na prática, é muito simples entender isso. Afinal, os custos de produção podem ser uma vantagem, assim como os serviços de reciclagem ou de reuso de insumos.

E há ainda a possibilidade de redução de impostos, como o abatimento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Inclusive no texto foram citadas as melhores práticas de controle de geração de resíduos. Confira. 

2 – A prevenção de riscos

Nesse tópico, um dos assuntos que nem todos consideram na hora de implantar o gerenciamento de resíduos, mas que acaba sendo um benefício direto. Uma das vantagens da gestão correta dos resíduos é que ela também ajuda na prevenção de riscos de acidentes.

Isso porque são criados métodos de manuseio e de armazenagem dos resíduos, além do uso de Equipamentos de Proteção, de horários para coletas e muito mais. Até mesmo a redução do mau cheiro e da proliferação de vetores é uma consequência desse planejamento.

Ainda sobre a prevenção de riscos, também vale mencionar que a criação de espaços destinados ao armazenamento de resíduos faz sentido para levar em conta periodicidades e descartes. Logo, isso evita problemas de doenças, como em épocas de surto da dengue.

3 – Os certificados

Outra das vantagens de ter um plano de gerenciamento de resíduos industriais é mais óbvia: a sua empresa terá certificados que comprovam que se preocupa com as pessoas e com o meio ambiente. A partir disso, podem ser criadas campanhas de preservação.

Os melhores exemplos são os selos ISO 14000 e 14001. Eles são obrigatórios para que uma companhia seja reconhecida em âmbito internacional por sua excelência na gestão ambiental. Para investidores, esses selos dizem muito.

Outro detalhe é que a partir dessas certificações é possível participar de fóruns e eventos ligados à sustentabilidade, o que acaba sendo uma forma de divulgação da marca. Por isso, vale a pena ter os selos da International Standardization for Organization.

4 – A lei

E não se pode deixar de lado o fato de que fazer a gestão correta dos resíduos é lei. Por isso, estar de acordo com a legislação do país é algo indiscutível para toda e qualquer empresa que queira cumprir o seu papel dentro de uma sociedade.

Estão sujeitos à lei todos os geradores de resíduos sólidos, como serviços de saneamento básico, estabelecimentos comerciais, construção civil, etc. 

Outro ponto de destaque na lei é sobre o processo de redução e remoção de substâncias poluentes. O que faz o plano de gestão de resíduos ser também um dos impulsionadores das novas biotecnologias, grandes aliadas das indústrias. Hoje, é possível tratar os resíduos de modo muito mais ecológico e limpo. 

5 – O valor agregado

É indiscutível o quanto uma empresa ganha ao fazer um plano de gerenciamento de resíduos industriais. Essa resposta, que não pode ser mensurada em números, se encaixa no que os investidores chamam de valor agregado.

Ou seja, quando se considera uma empresa eco friendly, é possível ver grandes resultados internos e externos, os quais chegam aos consumidores finais que, mais do nunca, estão preocupados com a sustentabilidade relacionada aos produtos que consomem.

Também é possível levar em conta os benefícios que esse pensamento green traz para quem faz o trabalho do marketing e publicidade. Resumidamente, ao se prevenir problemas ambientais, como é uma das metas do plano, a empresa ganha em vários sentidos.

Como fazer o gerenciamento de resíduos industriais

Para o leitor que tem buscado informações sobre o gerenciamento de resíduos industriais, em um primeiro momento foram mencionados os melhores exemplos sobre o gerenciamento dos resíduos (relembre aqui: práticas de controle de geração de resíduos para as indústrias do futuro).

Na sequência, foi criado esse texto que você acabou de ler (as vantagens de ter um plano de gerenciamento de resíduos sólidos industriais). Mas, para fechar o ciclo, ainda falta falar de um assunto, sobre como fazer esse tipo de gestão na sua empresa.

Afinal, as boas práticas serão praticadas pelas indústrias do futuro e o plano de gerenciamento é essencial para se chegar a elas. Mas, como fazer esse gerenciamento no dia a dia da empresa? Leia o próximo texto para saber a resposta.