BLOG

Economia Circular e desenvolvimento de comunidades compõem carta compromisso do IBRAM

Durante a solenidade de abertura da Exposibram 2019, em Belo Horizonte, o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) divulgou uma carta compromisso com ações, planos e metas para levar, com transparência e objetividade, conhecimento sobre a atividade minerária brasileira.

“Não devemos esquecer as tragédias que ocorreram, mas também precisamos olhar para o futuro. A carta compromisso com a sociedade vem para utilizarmos todo o aprendizado vindo a partir dos acidentes, para transformar a mineração brasileira”, detalhou o diretor presidente do IBRAM, Flávio Penido.

O documento traz objetivos e ações planejadas para que sejam atendidos em 12 áreas diferentes. Segurança operacional, barragens e estruturas de disposição de rejeitos, saúde e segurança ocupacional, mitigação de impactos ambientais, desenvolvimento local e futuro dos territórios, relacionamento com comunidades, comunicação e reputação, diversidade e inclusão, inovação, água, energia e gestão de resíduos são abordados com três ações chaves.

Ações voltadas para comunidades são ponto alto do compromisso

Muito além dos destaques feitos a melhorias operacionais e na estrutura das empresas, a carta compromisso traz importantes mudanças para as mineradoras na forma como enxergar o seu relacionamento com as comunidades das cidades e territórios mineradores.

Uma das ações pontuadas fala sobre o desenvolvimento de programas que vão ao encontro das expectativas da sociedade em relação à saúde, segurança, meio ambiente, diversidade, inclusão, entre outros, por meio de um processo de diálogo participativo de construção.

Também está em pauta o auxílio no desenvolvimento de estados e municípios com atuação mineradora, a fim de garantir um futuro sustentável para quando encerrar o serviço na localidade. Atualmente muitas cidades ficam extremamente dependentes da atividade e não conseguem sobreviver ao final da mineração. Estimular a adoção dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para estabelecer agendas para o desenvolvimento local é uma das ações apontadas neste sentido.

Uso consciente dos recursos naturais também está em pauta

O IBRAM mostrou preocupação com a utilização dos recursos naturais em outros pontos da carta. Estabelecer metodologia uniforme para definir indicadores de performance do uso e do consumo de água, definindo metas de redução gradativa é uma das ações que visam melhorar a relação da cadeia produtiva com os recursos hídricos.

Com a energia a preocupação é semelhante, com foco em ampliar a utilização de fontes renováveis. Já com os resíduos, o objetivo é reduzir a sua existência, por meio de medidas de reutilização ou transformação destes em novos produtos.

A carta compromisso é resultado de reflexão e engajamento de 200 profissionais da indústria de mineração e conta com o endosso do corpo de executivos e conselheiros das empresas associadas ao IBRAM. Confira o documento na íntegra neste link.

Artigos Relacionados

Acompanhe notícias e tendências do mercado ambiental

Veja mais

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!



WhatsApp Fale com nosso Comercial agora via WhatsApp