BLOG

Torres de resfriamento: eficiência no processo produtivo

TorreResfriamento

Uma planta industrial, independentemente do segmento de atuação, sempre será repleta de equipamentos e máquinas trabalhando a todo vapor. Isso significa que todo esse maquinário irá gerar muito calor. Por isso, é necessária a instalação das chamadas torres de resfriamento.

Como o nome diz, as torres de resfriamento são um dispositivo para a remoção do calor do fluido de trabalho. Elas são mais comumente aplicadas para o resfriamento da água que circula em indústrias químicas, refinarias de petróleo e estações de energia.

 

O funcionamento das torres de resfriamento

São diversos os tipos de torres que podemos encontrar, desde menores e acopladas ao maquinário até grandes estruturas, que podem chegar a 200 metros de altura. Assim, é possível imaginar a quantidade de procedimentos diferentes que esses equipamentos ou estruturas podem aplicar para alcançar o resfriamento.

Em geral, a água quente fruto do calor emanado dos processos industriais entra na torre pelo topo. Em seguida, ela passa por uma série de procedimentos – e aqui as possibilidades são inúmeras. Por fim, é escoada de volta ao processo produtivo. Assim, a água se mantém em um ciclo entre o aquecimento e o resfriamento.

Um dos meios mais comumente utilizados para resfriamento da água é por meio da troca de calor com o ar. Em geral, as torres apresentam em seu topo uma turbina, que é responsável por puxar e expelir o calor para fora da torre em forma de vapor. Essa é a primeira etapa do resfriamento. Em seguida, já com uma temperatura menor, a água escorre para a base da torre, onde ela irá perder calor para o ar devido à diferença de temperatura entre eles.

 

Eficiência do todo

A torre de resfriamento tem um papel importante na garantia da eficiência e da sustentabilidade industrial. Isso acontece porque quando a água dos processos não é resfriada corretamente, os equipamentos trabalham constantemente sob altas temperaturas. Assim, a maquinaria fica sobrecarregada, podendo ter sua produtividade reduzida.

Além disso, equipamentos trabalhando em altas temperaturas poderão ter sua vida útil afetada, podendo apresentar falhas com maior frequência e mais cedo que o previsto. Tais falhas exigem que se pare o processo para a manutenção ou até mesmo a possível troca do equipamento.

É importante ter em mente que as torres de resfriamento, para manter seu funcionamento correto, precisam passar por manutenções periódicas. Durante a manutenção, é realizada a limpeza das estruturas, promovendo melhor eficiência e aumento de sua vida útil. Na limpeza, é realizada a desobstrução de diversos canais de passagem da água, como canaletas e encanamentos, bem como a remoção de resíduos particulados e lodo.

A Allonda é referência no planejamento e execução de obras e procedimentos sustentáveis para o setor industrial. Assim, acompanha os aspectos ambientais, de qualidade, saúde e segurança, que são devidamente controlados, monitorados e mitigados.

Na realização da limpeza das torres de resfriamento, buscamos sempre atuar com agilidade e o menor nível possível de interferência no processo produtivo. Assim, garantimos um resultado extremamente positivo e com o mínimo impacto.

Contamos com equipes multidisciplinares de especialistas nas mais diversas áreas. Dessa forma, alcançamos a capacidade de enxergar os problemas trazidos pelos nossos clientes de forma contextualizada com o todo, analisando os mais diversos aspectos que podem estar envolvidos.

Para saber mais, entre em contato conosco!

Artigos Relacionados

Acompanhe notícias e tendências do mercado ambiental

Veja mais

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!



WhatsApp Contato via WhatsApp