Em 2015 os funcionários receberam em média 50,3 horas de capacitação.

 

“Os investimentos em nossos profissionais fazem parte da estratégia de crescimento da empresa, já que é através do desenvolvimento permanente de cada um que a busca pela excelência tem se tornado cada vez mais parte da rotina” comenta o diretor Luiz Gustavo Burihan Escobar.

Segundo dados da ABTD – Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento, o volume de horas formais de capacitação por funcionário nos EUA é quase o dobro das empresas brasileiras: 31,5 horas anuais versus 16,6 no Brasil.

“A Allonda investe três vezes mais em capacitação do que a média nacional das empresas. É gratificante saber que estamos puxando esse número para cima”, reforça a gerente de RH Melisa Coutinho Planas.

Os treinamentos da Allonda são divididos em cinco eixos macro, sendo eles meio ambiente; saúde e segurança; qualidade; procedimentos e processos operacionais; e integração. “Estes são os grandes blocos que formam a nossa matriz de capacitação. É dessa forma que controlamos o tipo de treinamento que cada funcionário deve ter, de acordo com a área que atua e cargo que possui”, comenta a executiva.