BLOG

Dia Internacional da Mulher: Mulheres em Operação

A Allonda acredita que a sociedade e os negócios só têm a ganhar com a união de diferentes visões. Por isso, a diversidade é um assunto que está sempre em pauta no nosso dia a dia. É claro que existe um longo caminho a percorrer. Mas, cada atitude, cada passo rumo à equidade, é importante e necessário. Por isso, aproveitamos o Dia Internacional da Mulher para falar sobre o papel delas na Allonda.

Igualdades de gênero: um dos ODS da ONU.
A igualdade de gênero é o quinto dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU. Assim, além de buscar acabar com todas as formas de discriminação contra mulheres e meninas, a Organização das Nações Unidas pretende fortalecer a participação feminina em oportunidades de liderança. Essa é uma maneira de prover direitos iguais a recursos econômicos, o que garante maior independência financeira e social e contribui para o empoderamento do gênero.

Uma discussão que faz parte do nosso dia a dia.
A Allonda Ambiental é uma empresa de engenharia que lida com grandes equipamentos, projetos e operações que envolvem obras. Essa são áreas de atuação ainda bastante masculinas. Por isso, sentimos uma grande responsabilidade quanto à busca por equidade de gênero. Hoje, 18,32% dos nossos profissionais são mulheres. Além disso, elas representam 11,61% da área de operação. Mas esse ainda é um número que desejamos melhorar. E, uma das formas de chegarmos lá, é participarmos do tema de forma ativa. Um exemplo foi nossa colaboração em um evento do mestrado de sustentabilidade da FGV SP. Nele, alguns de nossos funcionários puderam vivenciar psicodramas que colocavam em foco alguns cenários comuns da rotina da mulher. Veja o que os envolvidos acharam da experiência:

Mulheres em Operação de engenharia.
As mulheres representaram 60% das pessoas formadas em curso superior no Brasil em 2015. Mas, em cursos relacionados apenas às ciências esse número cai para 41%. Nos cursos de engenharia, a participação feminina é ainda menor e fica abaixo dos 30%. Esse é um dos motivos pelos quais acreditamos na propagação de modelos positivos a serem seguidos. Assim, meninas que estão pensando sobre suas futuras carreiras têm em quem se espelhar e vêm novas possibilidades onde antes enxergavam dificuldades.

Uma dessas mulheres é a Fabiana da Costa Dobrawolsky, Engenheira Civil na área de Operações da Allonda. Na entrevista abaixo, Fabiana conta um pouco sobre como lida com o fato de estar em uma área com menor participação feminina e dá sua opinião sobre os esforços da Allonda Ambiental em contribuir para a igualdade de gênero.

Na sua opinião, qual é a importância da diversidade de gêneros nas empresas?
A diversidade pode dar a uma organização um enorme potencial criativo. As experiências influenciam de forma diferente a forma de ver e solucionar os problemas. Quanto maior for a diversidade maior será a chance de se obter o melhor resultado. Considero fundamental para evolução de uma instituição.

Hoje 18,32% dos funcionários da Allonda são mulheres. Você sente que a empresa se preocupa com a igualdade entre os gêneros e respeita suas funcionárias mulheres?
Sim, acredito que a Allonda tem buscado a cada dia essa diversificação tornando a igualdade cada dia mais evidente em todos os setores da empresa. Hoje não temos somente mulheres em escritórios fazendo atividades administrativas. Eu me considero um exemplo por ser do setor de operações e me orgulho muito do meu papel na empresa.

Durante sua vida, você já passou por alguma situação que seu trabalho foi desvalorizado ou que você foi desencorajada por ser mulher?
Quando iniciei minha carreira existia um certo preconceito por ser engenheira e estar em um ambiente que era visto como masculino. Porém, hoje percebo que isso tem mudado todos os dias. Mulheres têm mais paciência, disciplina e organização.

No mercado de engenharia, consegue nos indicar uma situação que você passou ou que imagina que uma mulher teria vantagem em relação aos homens?
Não acredito em vantagem, acredito na capacidade das mulheres em resolver problemas e situações através de seus próprios méritos e dedicação.

Você acredita que o mercado de engenharia ambiental abre espaço para a inclusão de mulheres?
Sim, acredito. E percebo que a cada ano esse espaço vem aumentando e as mulheres conquistando ainda mais o seu espaço no mercado de trabalho.

Dia Internacional da Mulher
Hoje, no dia que celebra a luta das mulheres pela equidade, convidamos a todos para se juntarem à causa. E existem diversas formas de contribuir. Uma delas é ajudando na divulgação de modelos positivos que encorajem a nova geração de mulheres a ocupar seu espaço em qualquer área de atuação. Que tal começar compartilhando esse texto nas redes sociais? Talvez ele seja a inspiração que faltava para aquela menina que sonha em ser engenheira ambiental e que pode ajudar a criar o futuro da sustentabilidade.

Artigos Relacionados

Acompanhe notícias e tendências do mercado ambiental

Veja mais

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!