BLOG

Apoio em pesquisas científicas: o caminho para a inovação

Sabe quando você toma o seu cafezinho pela manhã, enquanto confere as redes sociais e se atualiza com as notícias? Ou quando você fica gripado e precisa tomar um antigripal? Sem a ciência, nada disso seria possível! Afinal, quase tudo o que usamos existe graças à pesquisa científica. Aplicativos de celular, medicamentos, combustíveis e até a agricultura.

A Allonda apoia o meio acadêmico e sempre se dispõe a ajudar. Assim, a pesquisadora Laís Cristina Freitas Silva, sob orientação da professora e pesquisadora Maria das Graças Gardoni Almeida, contou com o nosso suporte em sua dissertação de Mestrado em Geotecnia e Transportes, pela UFMG. O objetivo do trabalho era analisar o comportamento do Geotube® no tratamento de rejeitos da mineração de ouro. Os ensaios de bancada foram realizados no laboratório da Allonda, proporcionando a aplicação e o aperfeiçoamento do estudo. Além disso, a Allonda também forneceu materiais, tubulação, polímeros, bombas e mão de obra, além do próprio Geotube®. Ou seja, o trabalho contou com o apoio completo da Allonda para sua realização.

A importância do estudo

A extração do ouro é uma prática antiga. Assim, conforme as demandas industrial e comercial por este minério foram crescendo, as jazidas foram se esgotando, o que exigiu que a mineração encontrasse outros caminhos. Para continuar atendendo à demanda do mercado, seria necessária a exploração de minérios mais complexos e com teores minerais mais baixos.

Um exemplo disso é a extração do ouro associado a minerais sulfetados, que antes era inviável. O cenário mudou graças à evolução das técnicas de beneficiamento de minérios, tornando esse tipo de exploração factível não só economicamente, como também comercialmente.

No entanto, esse tipo de extração gera um volume muito maior de rejeitos. Isso resulta na necessidade de construções de estruturas geotécnicas extremamente robustas. É importante refletir sobre o manejo desses rejeitos e encontrar alternativas que possam reduzir as áreas ocupadas, assim como garantir a sustentabilidade na mineração, tão quanto a redução de riscos de acidentes. E, foram justamente esses pontos observados na Pesquisa.

Resultados da pesquisa científica

Com o título de “Utilização de tubos geotêxteis para confinamento, desaguamento e empilhamento de rejeito de ouro”, o projeto teve início no laboratório. Foram realizadas pesquisas de caracterização do rejeito (granulometria por peneiramento e sedimentação, massa específica dos grãos, limites de consistência e adensamento hidráulico), e do geotêxtil Geotube® (gramatura e espessura). Além disso, foi avaliada a qualidade do desaguamento. Após a análise laboratorial, foi iniciado o ensaio em grande escala, onde puderam ser observados:

  • O tempo de enchimento do Geotube® em função do volume bombeado;
  • A modificação da forma e comportamento associados à variação da altura e largura do geotêxtil;
  • Aspectos do processo de enchimento e empilhamento;
  • As características do efluente desaguado;
  • As alterações de cada Geotube® individual e no empilhamento.

Em campo, ainda foi possível avaliar o comportamento do geotêxtil, como a deformação e as tendências de rolamento. Na fase de enchimento já foi eliminada praticamente toda a água livre do sistema, em um ótimo desempenho. Ao final do desaguamento, o teor de sólidos era maior do que 70%.

Através das medições realizadas em campo, foi possível notar a evolução no formato do Geotube. Além disso, a utilização da técnica aumentou a segurança do procedimento, visando reduzir o número de acidentes, que já é baixo.

Pesquisa e desenvolvimento

O investimento na pesquisa científica é um trabalho contínuo. Por isso, já está em fase de planejamento e aprovação, também pela UFMG, outro projeto que dará continuidade a esta pesquisa. O novo projeto também contará com nosso total apoio.

A Allonda apoia pesquisas científicas e o meio acadêmico tanto de forma proativa, quanto quando é solicitada. Realizamos este trabalho porque a inovação é um dos nossos valores, e acreditamos que o investimento em pesquisa e desenvolvimento é o caminho para praticá-la.

Além disso, nosso time de profissionais fomenta a aplicação de novas tecnologias e soluções ambientais. Nos serviços em que já temos know-how, a meta é sempre evoluir mais. Por isso, o nosso laboratório próprio garante precisão nas análises, estudos e testes.

Conheça a pesquisa sobre a utilização de tubos geotêxteis para confinamento, desaguamento e empilhamento de rejeito de ouro.

Artigos Relacionados

Acompanhe notícias e tendências do mercado ambiental

Veja mais

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!



WhatsApp Fale com nosso Comercial agora via WhatsApp