BLOG

Remoção de rejeitos e sedimentos no reservatório de barramentos: como fazer

O enchimento do reservatório de barragens de rejeito e contenção de sedimentos, é algo comum e frequentemente enfrentado pelas mineradoras.

Atualmente o volume de rejeito gerado é muito alto, por conta da melhoria do processo de beneficiamento do minério. Com isso o enchimento dos reservatórios das barragens de rejeito tem sido rápido, dificultando a operação das mineradoras.

Nas estruturas de contenção de sedimento, o enchimento do reservatório acontece devido ao carreamento de sedimentos. Nas áreas de mineração o volume de sedimento gerado é acelerado, por se tratar de áreas onde houve remoção da vegetação, tendo como principal contribuinte as pilhas de estéril.

O enchimento de Barragens de Rejeitos e Estruturas de Contenção de Sedimentos pode provocar diversos prejuízos. Com a redução da vida útil do barramento, devido o enchimento do reservatório, pode ser executado o alteamento da estrutura ou a remoção dos rejeitos e sedimentos.


Receba o conteúdo exclusivo sobre a Exposibram 2019


Benefícios da remoção de rejeitos e sedimentos de barragens

A retirada de rejeitos e sedimentos de reservatório de barragens proporciona benefícios ao meio ambiente, às mineradoras e sociedade. Dentre estes podemos destacar a reduação do caminhamento de fino à jusante (sentido da correnteza) da estrutura, melhorias das condições de estabilidade, regularização de cheias naturais, aumento da vida útil da estrutura e o reaproveitamento do rejeito (pode ter alto teor de minério).

Quando há desmonte do reservatório do barramento, relacionado ao descomissionamento da estrutura, novos ganhos são percebidos. Para a sociedade e o meio ambiente, o principal deles é a extinção da possibilidade de rompimento da barragem. A consequência é segurança ambiental e tranquilidade para quem está à jusante do local. É possível ainda fazer a recuperação da área degradada, melhorando o aspecto visual e ambiental.

Para as mineradoras a diminuição do passivo ambiental e extinção de gastos com a manutenção da estrutura são alguns exemplos. Em determinados casos, o rejeito depositado pode ser reaproveitado, tornando o serviço uma fonte de matéria-prima para um novo processo.

Sinais de alerta para realizar a remoção de rejeitos e sedimentos de barramentos

Quando são projetadas, as barragens são preparadas para receber uma certa carga (volume de rejeitos e/ou sedimentos), de tal forma que o ponto de disposição esteja distante o suficiente para sedimentar às partículas, para que a água esteja clara antes do emboque do sistema extravasor.

Quando há acúmulo de rejeitos e sedimentos no reservatório, a barragem perde a sua função de contenção  tende a permitir a passagem de finos, podendo gerar turbidez próxima ao sistema extravasor e à jusante da estrutura.

O controle deve ser realizado sempre por batimetria ao longo do tempo, com função de definir o nível de acúmulo de sedimentos ou rejeitos, a fim de realizar o controle prévio do reservatório, permitindo realizar ações para solucionar os problemas relacionados ao enchimento.

É evidente que cada barragem tem as suas necessidades e possibilidades de atuação. Por isso elencamos aqui três formas aplicadas normalmente para realizar o serviço, com seu descritivo e equipamentos.


Confira o portfólio da Allonda para o segmento de Mineração


Dragagem hidráulica

A dragagem hidráulica é uma das formas de realizar a remoção de rejeitos e sedimentos nas barragens. Com a utilização de dragas, bombas, tubulações e sistema de processamento, o procedimento tem diversas vantagens quando comparado com outras formas de realizar o serviço.

Podemos destacar entre elas a eficiência em períodos chuvosos, a diminuição do consumo de água, o plano de operação mais simples e a melhor implantação em áreas em que o tráfego de equipamentos não é indicado. O reaproveitamento do material é facilitado ainda pelo envio direto, por via hidráulica, para a usina de beneficiamento.

Dragagem mecânica

Utilizando equipamentos de terraplanagem, como escavadeiras, draglines, carregadeiras, caminhões e tratores, a dragagem mecânica tem como principal restrição a impossibilidade de operar em sedimentos com baixa capacidade de suporte ou em reservatórios com lâmina d’água. A vantagem está em poder remover materiais em áreas regulares e irregulares.

Neste tipo de dragagem a remoção dos rejeitos e sedimentos acontece em três etapas: escavação, carregamento e transporte. Para realiza-lo é importante prever a drenagem periférica do reservatório, a fim de evitar a saturação do material assoreado.

Desmonte hidráulico

A simplicidade na operação, constituída apenas por bombas, tubulações e sistema de processamento, caracteriza a maior vantagem do desmonte hidráulico. Porém traz consigo diversas dificuldades técnicas, como a falta de eficiência em terrenos desnivelados e as interferências na diluição do material que ocorrem em períodos chuvosos.

Além disso, com o desmonte hidráulico a barragem ainda tem o seu balanço hídrico alterado e há dificuldade em desagregar materiais consolidados de alta resistência. A execução do serviço também é dificultada pela constante movimentação dos canhões de água e criação de trincheiras para condução de água no sedimento.

Artigos Relacionados

Acompanhe notícias e tendências do mercado ambiental

Veja mais

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!



WhatsApp Fale com nosso Comercial agora via WhatsApp