• English
  • Português
  • Español

BLOG

Redes de esgoto: a conscientização começa na escola

Quando falamos em sustentabilidade, a garantia de saneamento básico para toda a população é um dos grandes desafios da humanidade. Segundo dados da ONU, mais de 2 bilhões de pessoas no mundo não têm acesso ao saneamento adequado. Só no Brasil, metade da população não tem acesso às redes de esgoto. Por isso, é essencial que todos estejam comprometidos em mudar essa realidade. E as organizações empresariais têm um papel extremamente importante para esta mudança!

Cada vez mais vemos um número maior de empresas buscando aplicar atitudes inovadoras em prol da sustentabilidade. Por isso, temos orgulho de trazer, hoje, uma ação de conscientização realizada junto a um de nossos clientes: a Iguá.

Ligação de casas às redes de esgoto

A Iguá atua nos serviços de água e esgoto em diversos estados brasileiros. São 18 operações sendo conduzidas, entre concessões e parcerias público-privadas. Assim, a empresa adquiriu um profundo conhecimento sobre as realidades do saneamento no Brasil.

Em Cuiabá, na região próxima a uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), a Iguá percebeu que parte da população da comunidade do entorno da operação opta por não conectar a rede de esgoto em suas casas. Por isso, a empresa percebeu que havia muita dificuldade no processo de sensibilização e conscientização sobre a importância da ligação das casas à rede.

Engana-se quem pensa que este é um problema somente local. Em 2015, o Instituto Trata Brasil realizou um estudo para analisar a ociosidade das redes de esgoto. Ou seja, quando existe a infraestrutura à disposição, mas os usuários não se interligam à rede.

A pesquisa foi feita com as 100 maiores cidades do Brasil e o resultado é alarmante: 4,4 milhões de pessoas estão desconectadas da rede de esgoto, mesmo tendo a disponibilidade para isso. Ainda de acordo com a pesquisa, 18,4% dos casos é resultado da falta de informação.

Tendo isso em vista, a Allonda, junto à Iguá, deu início a um plano de conscientização junto à comunidade do entorno de uma das ETE. O ponto de partida não poderia ser outro senão a escola.

Educação e conscientização

Ter saneamento básico é essencial para a melhoria da qualidade de vida. O tratamento inadequado do esgoto pode causar situações favoráveis à proliferação de doenças, bem como contribuir para a poluição de nossas águas. Pensando nisso, o projeto de educação ambiental foi apresentado para 535 alunos da escola pública Agenor Ferreira Leão, durante três dias: de 17 a 19 de setembro.

Os eixos norteadores das ações pedagógicas, onde as atividades foram desenvolvidas, tiveram como base, primordialmente, três importantes pilares:

  • Cultura: mundial, nacional e global.
  • Meio ambiente: causas, efeitos e preservação.
  • Cidadania: eu no mundo.

Dessa forma, o objetivo da ação de alcançar e conscientizar as famílias da comunidade para a importância da ligação de suas casas à rede de esgoto foi alcançado.

Sustentabilidade para a Allonda

A Allonda está comprometida com a busca pela sustentabilidade de forma sistêmica. Afinal, quando falamos de sustentabilidade, é preciso ir além do impacto ao meio ambiente. A sustentabilidade envolve também a qualidade de vida das pessoas! Para a Allonda, a gestão dos riscos sociais, ambientais e econômicos das nossas operações é sinônimo de sustentabilidade. De forma transparente, envolvemos os nossos stakeholders na execução de nossas atividades, bem como nas ações socioambientais que articulamos.

Gostou da iniciativa? Esperamos que sim!

Artigos Relacionados

Acompanhe notícias e tendências do mercado ambiental

Veja mais

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!



WhatsApp Fale com nosso Comercial agora via WhatsApp