BLOG

Conheça as diferenças entre lama, lodo e sedimento

Antes de falar sobre as definições lama, lodo e sedimento, é importante entender o conceito de resíduo, que é termo que abrange todos os outros. A Allonda é especialista em soluções ambientais sustentáveis e sabe a importância do assunto. De maneira objetiva e sucinta, resíduo pode ser líquido, gasoso, sólido ou semissólido, resultante de processos industriais e também do consumo doméstico.

É muito comum que a indústria seja apontada como a maior responsável pela produção de resíduos, mas ressaltamos que todos somos responsáveis pelo cuidado com o meio ambiente. A contaminação de corpos d’água, poluição do ar, não tratamento de esgoto e outros poluentes são consequências do descarte de resíduos feito por pessoas e empresas.

Para cada tipo de resíduo há tratamentos específicos, por isso apresentamos a seguir algumas definições:

Lama

É um efluente não orgânico constituído basicamente por terra, água e argila. Surge principalmente em obras de perfuração, construções e atividades de mineração. Por sedimentar com facilidade, a lama pode causar danos a cursos d’água se for descartada de forma inadequada. É também conhecida por rejeito, por não haver tratamento, mas apenas a possibilidade de desidratação, contenção e disposição. Para seguir a Legislação Ambiental, o gerenciamento precisa ser criterioso, passando por um acondicionamento adequado e transporte apropriado, se for o caso.

Lodo

O lodo é um efluente orgânico de coloração esverdeada oriundo de processos industriais e Estações de Tratamento de Água (ETA). É uma mistura de substâncias que possuem minerais, colóides e material que se encontra em decomposição. Nos municípios de São Paulo, estima-se que a produção de lodos de ETA’s seja de aproximadamente 90 toneladas por dia. O lodo requer um tratamento biológico mais específico e aprofundado.

Para o tratamento de lodo, a Allonda possui o Geotube®, tecnologia que oferece diversos benefícios em relação a outros métodos de desidratação de lodo, como filtro-prensa, centrífugas, belt-press e leitos de secagem. Outra vantagem é o baixo gasto energético, já que o sistema não utiliza equipamento elétrico, apenas o bombeamento do lodo.

Sedimento

Conceitualmente, o sedimento é produzido pela precipitação de matérias que foram dissolvidas ou suspensas em um líquido, ou mesmo acumuladas pela ação do vento. O leito e o fundo dos rios e lagos são ricos em sedimentos, sendo um dos principais componentes responsáveis pelo assoreamento de corpos d’água. Nessas condições, a dragagem faz-se necessária em rios e canais, de modo a garantir seu volume útil, navegabilidade etc.

A Allonda é especialista em remediação ambiental. A empresa realiza diversos serviços, como dragagem de material contaminado e não contaminado, tratamento de solos, sedimentos contaminados e água residual.

Para que sua empresa esteja de acordo com a legislação nacional, é importante buscar alternativas ambientalmente responsáveis no que diz respeito ao tratamento e à destinação final dos resíduos, respeitando a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Para mais soluções ambientais, conheça os serviços oferecidos pela Allonda.

Artigos Relacionados

Acompanhe notícias e tendências do mercado ambiental

Veja mais

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!