BLOG

Dia da Sobrecarga da Terra: o que é e o que devemos fazer para aliviar o planeta

29 de julho foi um marco preocupante para a humanidade: o Dia da Sobrecarga da Terra. Isso significa que, nesta data, todos os recursos naturais do planeta que estavam disponíveis para 2019 já foram totalmente consumidos. Isso mesmo, nós “estamos no vermelho” e a partir deste dia o que consumirmos não será mais reposto pela natureza este ano.

O índice começou a ser medido em 1970 e, desde então, tem atingido o seu limite cada vez mais cedo. Neste ano, alcançamos a marca três dias antes que em 2018, fato que acontece repetidamente há 20 anos. Além disso, em 2019 o esgotamento ocorreu em tempo recorde desde o início da contagem histórica.

No ritmo em que a humanidade se encontra, seria necessário 1,75 planeta Terra para manter o mesmo padrão de consumo atual. A deflorestação, erosão dos solos, perda de biodiversidade e acumulação de dióxido de carbono na atmosfera são apenas algumas das consequências causadas por este fenômeno.

Para que essa data não chegue ainda mais cedo no próximo ano, devemos começar a agir agora! Algumas mudanças de atitudes no nosso cotidiano podem contribuir diretamente para a redução do consumo:

Evite o desperdício de alimentos: recursos naturais importantíssimos, como água e solo, são utilizados para a produção de alimentos. Ao consumi-los de forma consciente, ganhamos a garantia de que foram utilizados com um propósito. Há produção de alimentos suficientes para todos no planeta, mas ainda presenciamos pessoas com fome. O desperdício é um dos fatores de escassez de produtos e consequente alta nos preços.

Consuma com prudência: seja um consumidor exigente. Procure conhecer a cadeia de produção dos itens que compra e opte sempre por marcas que priorizem práticas sustentáveis como iniciativas de baixa emissão de gases poluentes, embalagens recicláveis e uso de matérias primas certificadas.

Opte por transportes coletivos: de acordo com a Global Footprint Network, 60% da pegada ecológica da humanidade é causada pela emissão de carbono. O uso de transporte coletivo é uma ótima opção para quem deseja reduzir a emissão de CO2 causada pelos carros individuais.

Escolha embalagens recicláveis: evite plásticos e materiais que agridem o meio ambiente. Dê prioridade às marcas que pensem no planeta como um todo.

Reutilize: móveis, eletrodomésticos, brinquedos, embalagens, todos podem ser reciclados e reaproveitados. Utilize o conceito de Economia Circular no dia a dia e dê novos significados aos materiais já utilizados.

Na Allonda, a Economia Circular está inclusa no processo de desenvolvimento de soluções e na estratégia de negócio. Nossos especialistas, por meio das soluções ambientais, auxiliam as indústrias a reaproveitarem 100% da água utilizada nos processos de produção, viabilizarem projetos de aterro zero e realizarem a gestão de resíduos de forma correta, garantindo sustentabilidade em toda cadeia produtiva.

Entre em contato com a nossa equipe e encontre a solução ambiental perfeita para o seu tipo de negócio.

Artigos Relacionados

Acompanhe notícias e tendências do mercado ambiental

Veja mais

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!



WhatsApp Fale com nosso Comercial agora via WhatsApp