BLOG

O novo normal será verde

As discussões sobre a contribuição das empresas para a preservação do meio ambiente ganharam um novo capítulo com a pandemia do novo Coronavírus. O Brasil esteve em destaque nos jornais com a notícia sobre a carta enviada por investidores do Fundo Amazônia, convocando as principais autoridades do país a tomar providências para reverter o desmatamento na região.

Com as organizações integrando a discussão sobre preservação ambiental as suas práticas e o consumidor colocando o tema como critério para decisão de compra, pensar na sustentabilidade empresarial é indispensável para o que chamamos de “novo normal”.

Produção em ciclos com modelos de Economia Circular

Temos defendido a aplicação do conceito de Economia Circular como caminho para o futuro das organizações que apostam em um mundo mais sustentável, porque esse é um método sistêmico de reaproveitamento e otimização de recursos que usa um dos maiores exemplos de autogestão da vida para funcionar, os ciclos da natureza. Uma pesquisa apresentada pela Confederação Nacional das Indústrias no segundo semestre de 2019, mostra que 76,5% das indústrias desenvolviam algum tipo de iniciativa que se enquadra no conceito de Economia Circular, ainda que não saibam disso. Se as empresas já experimentam aspectos ligados a esse modelo, o processo de transição pode acontecer de maneira ainda mais fácil.

Pensamento verde como critério para escolha de fornecedores

É importante conhecer os fornecedores com os quais você trabalha e adotar critérios sustentáveis para fechar negócio. Essa pode ser uma política de governança indispensável e que incentiva outras organizações a fazer o mesmo. Verifique se ele possui programas para reciclagem de materiais, se sua política interna está alinhada a objetivos sustentáveis, se ela está interessada em compartilhar valor com a comunidade ao redor.

Gestão de resíduos para diminuir descarte

O relatório “Gerenciamento de Resíduos Industriais: Desafios e Oportunidades”, lançado pela Allonda em 2020, mostra que 53% das empresas entrevistadas tem a gestão de resíduos como parte das estratégias do negócio.

Adotar a gestão de resíduos como parte dos processos industriais pode ser rentável para as empresas. Ao tratar diferentes efluentes, elas podem identificar aqueles com possibilidade de reaproveitamento em outras áreas da empresa ou criar uma nova linha de negócios para comercializar os resíduos tratados. Além disso, a gestão de resíduos industriais também é uma forma de preservar o meio ambiente com uma destinação mais nobre para esses materiais.

Mudanças na cultura da organização

Você pratica uma política interna verde? Dizem que a mudança deve ser de dentro para fora, então, se você planeja um futuro sustentável para os seus negócios, precisa começar dentro da sua empresa, mudando o tom da comunicação com seus colaboradores e adotando medidas que visam a economia de recursos, como diminuir o uso de materiais descartáveis ou plásticos, incentivar a reutilização de materiais, realizar coleta seletiva, entre outras. Incentive sua equipe a adotar comportamentos sustentáveis não somente no escritório, mas também em casa.

O valor compartilhado de práticas sustentáveis será resultado das escolhas que você fará agora para sua empresa. Aproveite o momento para planejar como sua organização atuará para contribuir com um novo normal verde, que reduza danos e contribua com o futuro da sociedade de maneira positiva.

Artigos Relacionados

Acompanhe notícias e tendências do mercado ambiental

Veja mais

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!


WhatsApp Fale com nosso Comercial agora via WhatsApp