BLOG

#ÉoBad: Allonda apoia projeto social no RJ de Badminton

O #ÉoBad teve origem em 2010 após a queda do morro do Bumba, a maior tragédia ambiental da cidade. Desde então o professor de educação física Gabriel Alcantara, com recursos próprios, começou a incentivar a prática de Badminton na comunidade para, dentre outras coisas, amenizar os traumas trazidos pelo acontecimento.

Tivemos conhecimento do #ÉoBad através do gestor do contrato da GE, Marcelo Pinoti. “Faço aulas particulares com o professor Gabriel. Foi através dele que fui apresentado ao #ÉoBad. Um projeto sério, que acompanho e ajudo pessoalmente. Tem transformado a vida de crianças, que não tem opções de lazer e são também altamente vulneráveis, e de adolescentes que sonham em construir uma carreira esportiva e representar o Brasil mundo afora”, comenta Pinoti.

A solicitação de apoio que chegou para a Allonda foi focada no subsídio para os atletas profissionais. Ao conhecer o projeto mapeamos também a necessidade de melhorias na infraestrutura voltada às crianças. Resolvemos então nos engajar nessa causa. Dentre outras ações a Allonda está subsidiando por seis meses o aluguel da quadra em que as crianças da comunidade treinam, bem como os atletas profissionais.

Além disso, estamos apresentando o projeto para a nossa rede de relacionamento justamente para dar protagonismo para a iniciativa. Fornecedores da operação GE estão sendo envolvidos na rede de apoio ao #ÉoBad, assim como o próprio cliente. Parceiros que prestam serviços corporativos também já foram apresentados à iniciativa.

Apoie você também o #ÉoBad
Welton Juvenal, Felipe Ribeiro e Maria Elizabeth já foram vice campeões sulamericanos e panamericanos, conquistando títulos importantes como medalha de Bronze em uma etapa do circuito europeu na Austria, em junho de 2017, conquistada pela atleta Maria Elizabeth. A equipe vem seguindo sem nenhum apoio financeiro e conta com a colaboração e doação de amigos e familiares.

“Cada atleta busca uma forma de continuar com seus sonhos e manter acesa a chama da esperança para participarem das competições oficiais, como acontece com o atleta Welton Juvenal, que já vem há dois anos vendendo pastel em praças e festas para poder custear seus próprios gastos. Recentemente, sua foto viralizou na internet e isto gerou uma grande comoção do público em ver um atleta, de apenas 16 anos, que representou o Brasil em duas competições sulamericanas (2016 em Lima, Peru e 2017 no Rio de Janeiro, Brasil), lutando para participar das competições e realizar o seu sonho de poder se tornar um campeão no esporte e na vida”, compartilha o técnico e responsável pelo projeto Gabriel Alcantara.

A próxima competição será a I Etapa Nacional, em Toledo – Paraná, entre os dias 22 e 25 de março. A equipe será composta por 6 atletas e o professor Gabriel Alcantara, responsável pelo Time ÉoBad. “Contamos com o apoio de todos para viabilizar a ida destes jovens nesta competição nacional e apoiar o nosso projeto, que traz dignidade e oportunidade de vida para jovens de comunidades carentes, transformando-os em campeões dentro e fora das quadras”, diz Gabriel.

Clique aqui e saiba como ajudar o projeto!

Artigos Relacionados

Acompanhe notícias e tendências do mercado ambiental

Veja mais

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!



WhatsApp Fale com nosso Comercial agora via WhatsApp