• English
  • Português
  • Español

Draga: conheça diferentes equipamentos

 

A escavação de sedimentos em oceanos, rios, lagos e lagoas industriais é um processo de dragagem importante e delicadoA escolha correta do equipamento é uma etapa essencial, porém complexa. Deve-se levar em conta a finalidade do projeto, a profundidade do corpo hídrico, os sedimentos que serão dragados, as condições da área etc. As dragas podem ser divididas em três tipos: mecânicas, hidráulicas e pneumáticas.

A Allonda trabalha com diversos modelos de dragas. Assim, podemos atender melhor às necessidades individuais de cada projeto.

 

TSHD – Traling Suction Hopper Dredge

A draga de sucção em arrasto (TSHD), popularmente conhecida como draga Hopper, é uma embarcação versátil, pois une dragagem, transporte e descarga em um único equipamento. Este equipamento realiza a sucção do material e a deposição em uma cisterna para que seja realizado o transporte até o local de descarte.

O procedimento de dragagem é realizado por meio de um ou dois braços de sucção com pontas de arrasto que são baixadas lateralmente à embarcação para coletar o solo do fundo do mar. Esse tipo de draga é indicada para lidar diversos tipos de solos, desde os moles e soltos, como areia e silte, até os solos mais duros. Areias compactadas e solos coesivos podem ser dragados com o auxílio de jatos de água de alta pressão ou dentes na cabeça de dragagem.

Por isso, são utilizadas para aplicações de aprofundamento e manutenção de cursos d’água, recuperação de terras, construção e manutenção de portos e até na criação de ilhas (como as ilhas artificiais em formato de palmeiras e mapa-múndi em Dubai).

A dragagem realizada por este equipamento é realizada enquanto a embarcação navega. Assim, causa menos impacto ao tráfego marítimo durante sua operação. Outra vantagem da TSHD é que ela é um navio (ou uma embarcação autopropelida) de alto mar, podendo ser operada em qualquer lugar do mundo, mesmo em condições adversas de tempo e áreas desprotegidas.

 

CSD – Cutter Suction Dredge

Também conhecidas como dragas de sucção e corte ou draga de sucção e recalque, as CSD combinam os dois princípios básicos de dragagem: escavação e sucção. Seu funcionamento se dá através de uma ferramenta rotativa de corte. Assim, o solo é desalojado para que possa ser transportado pelo tubo de sucção.

Por isso, pode ser utilizada com todos os tipos de solo, desde areia e cascalho até materiais compactos e duros, como argila, rocha macia e camadas finas de rocha dura. Portanto, é uma draga que pode ser aplicada em um amplo leque de projetos de dragagem. Entre eles, recuperação de terras, construção de portos e manutenção de hidrovias, mineração, reservatórios e dragagem ambiental.

Para isso, existem CSD de porte menor, com capacidade mais reduzida de corte, e de maior porte, com extrema força em seus cortadores. É importante se atentar, portanto, aos níveis de dureza e plasticidade do solo na hora de escolher a draga correta. Solos mais duros, por exemplo, são mais difíceis de desalojar, necessitando de uma potência maior de corte. Por sua vez, solos plásticos tendem a tapar a boca de sucção, impactando, assim, o tempo do processo de dragagem.

No entanto, as CSD não são projetadas para operar em condições de águas desabrigadas, com incidência de ondas.

As principais características das CSD são:

  • Dragagem hidráulica com bombas centrífugas e uma cabeça de corte rotativa.
  • Draga estacionária: portanto, necessitam de um equipamento auxiliar para seu trabalho (workboat).
  • Sistema de dragagem preciso, com bom controle na posição vertical e horizontal.
  • Adequada para quase qualquer tipo de solo, incluindo argila e rocha macia.
  • Transporte do material dragado se dá por tubulações até o ponto de descarte

Backhoe: draga escavadeira

O Backhoe é, na verdade, um conjunto de equipamentos. Ele é constituído de balsa com spuds e uma escavadeira conectada a uma plataforma giratória.

É uma draga estacionária e pode lidar com qualquer tipo de solo: arenosos, argilosos (compactada ou plástica) e materiais que contenham seixos ou rocha fragmentada. Ou seja, é a embarcação indicada para projetos que exigem grande força hidráulica.

A dragagem é realizada com precisão extrema. Por isso, são comumente utilizadas em projetos cujo procedimento é realizado próximo a estruturas sólidas. O material dragado é transportado por batelões.

Apesar de possuir sistema de propulsão, ele só é utilizado para reposicionamento. Ou seja, é uma draga estacionária.

A draga Backhoe funciona como uma escavadeira, puxando o solo para uma caçamba que, depois, é içada até o nível da água. Em seguida, o solo retirado é depositado em um batelão. Durante a escavação, o centro de gravidade se desloca para frente, quando a caçamba entra no solo. Assim, as dragas Backhoe são ancoradas e mantidas em posição usando um sistema composto por três spuds. Esse sistema mantém a draga no lugar e também é usado ​​para mover a draga para trás após um corte completo.

 

Clamshell – Grab Dredge

Esta draga é, basicamente, um guindaste com o conjunto de duas caçambas, ou “mandíbulas”, que podem ser acionadas hidraulicamente ou mecanicamente, acoplado a uma balsa. O tamanho da clamshell e sua capacidade de volume podem variar de acordo com a finalidade para a qual está sendo usada. No entanto, os mais utilizados no Brasil variam de 1 m³ a 8 m³.

A draga clamshell é utilizada para a remoção de solos submersos. Quando acoplado a uma balsa, o sistema sempre será apoiado por batelões. Dessa forma, o material dragado é depositado em suas cisternas. No entanto, em alguns casos, é possível embarcar o guindaste clamshell no convés de embarcações. Neste caso, o material pode ser depositado diretamente na cisterna da embarcação.

Este tipo de draga pode ser aplicado para a dragagem de diferentes tipos de solo e em diferentes profundidades. Tudo isso sem precisar de muitos ajustes no equipamento. Além disso, pode ser utilizado para a remoção ou relocação de pedras em enrocamentos e derrocamentos, nos quais podem ser usadas as garras Orange Peel.

O funcionamento da draga se dá através do manuseio do operador, que solta as caçambas dentro da água. Estas, por sua vez, descem até alcançar o solo. As caçambas, então, penetram no solo e retêm o material escavado. Em seguida, são içadas novamente para cima, onde depositam o material dragado. Seu posicionamento pode ser feito através de âncoras ou spuds.

 

O melhor para o seu projeto

A Allonda proporciona apoio tecnológico de última geração para que a dragagem seja realizada com controle absoluto e alta performance.

Com diferentes modelos de dragas e equipamentos de apoio à dragagem, a Allonda é capaz de se adaptar a cada projeto, sempre prezando por uma atuação ambientalmente responsável. Os equipamentos utilizados são modernos, apresentam alto desempenho e causam baixo impacto ambiental, emitindo menos CO2.

Além disso, todas as operações da Allonda possuem como premissa o Plano de Monitoramento Ambiental em que os riscos das operações de dragagem são mitigados, também através de medidas preventivas.

Quer saber mais sobre nossos serviços de dragagem? Fale com nossa equipe.

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!



WhatsApp Fale com nosso Comercial agora via WhatsApp