O que são lagoas industriais e sua aplicação na indústria?

.

O setor industrial é extremamente importante para a economia de qualquer país. Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), em 2017 as indústrias foram responsáveis por cerca de 21,5% do PIB brasileiro. Por isso, é importante entender mais sobre uma das soluções ambientais aplicadas em grande parte das indústrias: as lagoas industriais.

Independentemente da finalidade para as quais serão usadas, as lagoas industriais se apresentam como uma solução viável e sustentável. Diferentemente das lagoas de emergência, que devem ser utilizadas apenas em casos esporádicos, as lagoas industriais são consideradas como parte do processo produtivo.

As principais funções das lagoas são:

  • Equalizar as vazões para permitir que, em processos onde a vazão de entrada varia, tenha-se reserva na lagoa para garantir uma vazão constante para o processo;
  • Equalizar ou homogeneizar por mistura a concentração de substâncias. Ou seja, quando a entrada possui variação na concentração de substâncias, adota-se o uso da lagoa para equalizar, permitindo maior controle na entrada do tratamento;
  • Promover tratamento de efluentes líquidos, como lagoas de estabilização que armazenam resíduos para posterior tratamento.

Além disso, são essenciais para que não ocorra o despejo de poluentes em corpos hídricos ou contaminação do solo e água subterrânea. Ou seja, elas fazem parte das soluções industriais que visam também à preservação ambiental.

De acordo com os profissionais da Allonda Cauê Girão de Abreu, engenheiro ambiental, e Guilherme Melaragno, engenheiro químico, em uma passado não muito distante as lagoas eram concebidas com uma camada simples de argila compactada. Por isso, essas bacias antigas atualmente são consideradas um passivo ambiental que precisa ser corrigido brevemente, já que esse tipo de material ficou obsoleto, principalmente por ser inseguro ao meio ambiente. “Hoje, as lagoas industriais são, em sua maioria, concebidas de PEAD, material plástico impermeabilizante ou de concreto. Essa substituição está em andamento pelas indústrias, mas é um processo que ainda precisa ser acelerado”, afirmam os profissionais.

 

Lagoas industriais e a viabilidade do negócio

Segundo Abreu e Melaragno, quase todas as indústrias precisam reservar água das chuvas (para uso em processos ou limpeza) e produtos, como no caso de estocagem de ácidos. Além disso, as lagoas podem fazer parte do processo de tratamentos de ETDIs (Estações de Tratamento de Despejos Industriais), ou seja, podem ter como função o depósito de efluentes que sobram do processo produtivo e, portanto, precisam receber tratamento contínuo e planejado para não haver situações de emergência, como desastres ambientais.

As lagoas são, inegavelmente, parte de uma solução simples e barata. Por isso, muitas indústrias que possuem a área necessária para sua implantação acabam optando por essa solução ambiental. Sem as lagoas, os custos dos processos industriais ou tratamentos aumentariam consideravelmente. Elas são o meio mais barato em comparação com outras soluções, como os tanques, por exemplo. “Muitas vezes, as lagoas possibilitam para indústria a viabilidade de um projeto”, destacam os engenheiros Abreu e Melaragno.

 

Manutenção e meio ambiente

Ainda que sejam a solução mais barata, as lagoas industriais necessitam de manutenção e limpeza periódicas. Independentemente da função para a qual estão sendo utilizadas. Assim, podem precisar desde serviços simples, como jateamento da estrutura com água, até alguns mais complexos, como dragagem para dessassoreamento. Além disso, o processo de manutenção pode incluir ainda impermeabilização, reforma de estruturas e etc.

Nesse sentido, a manutenção das lagoas industriais é um processo essencial, sobretudo à preservação do meio ambiente. De acordo com a equipe de engenheiros da Allonda, as manutenções podem evitar passivos ambientais resultantes da contaminação do solo, rios e água subterrânea.

Há anos, a Allonda vem provendo soluções ambientais sustentáveis para a manutenção de lagoas industriais. Afinal, com o tempo, essas lagoas acumulam grandes quantidades de lodo, comprometendo a eficiência dos processos. Por isso, a remoção dos sedimentos se faz necessária. Dessa forma, é possível garantir a eficiência do processo de tratamento ou continuidade dos processos industriais.

A expertise da Allonda possibilita ainda a atuação desde a correção através de intervenção com dragagem ou bombeamento até a correção do processo para prevenção. Saiba mais!

 

Colaboração:
André Santos Vieira, Engenheiro Ambiental
Caue Girao de Abreu, Engenheiro Ambiental
Guilherme Melaragno, Engenheiro Químico

Assine nossa newsletter para receber novidades da Allonda!



WhatsApp Fale com nosso Comercial agora via WhatsApp