Tratamento de água de córrego impactado por rejeito com conceito de economia circular

Problema

Poluição do córrego Ferro-Carvão por rejeito após rompimento da barragem do Córrego do Feijão. Necessidade de rápida interrupção da progressão do rejeito, bem como tratamento para a vazão e turbidez da água voltarem aos padrões exigidos pelo Conama.

Solução

Projeto de engenharia, construção e operação da ETAF – estação de tratamento de água fluvial – para tratar a água contaminada, com destinação dos sólidos para geossintéticos. Toda a água utilizada nos processos de tratamento vem da própria estação de tratamento, evitando o uso de água bruta do município, fechando o ciclo da água.

Valor agregado

  • Apenas 45 dias até a implantação da ETAF
  • Projeto de engenharia, operação, controle, licenciamento e gestão
  • Produtos químicos utilizados sem características de ecotoxicidade
  • Atendimento às normas do Conama
  • Estação de tratamento de água fluvial para os materiais captados
  • Devolução de água limpa para o rio e destinação correta para os sedimentos em Geotubes

Dimensões

  • Parâmetros de água classe 2;
  • Valores abaixo de 100 NTU;
  • Retenção média de sólidos de 24 m³/h;
  • Vazão máxima de tratamento de 2.000 m³/h;
  • Taxa de sedimentação de sólidos: 3%;
  • Uma vez por dia análise do teor de sólido da água bruta e tratada;
  • Análises realizadas a cada hora para medir: pH da água bruta e tratada; turbidez da água bruta e tratada e sólidos sedimentáveis na água bruta e tratada.

Ano: 2019

Estado: Minas Gerais

Soluções: Gestão de Resíduos

Estudos de Casos Relacionados

Mineração

Solução sustentável para dragagem de rejeitos de bauxita com redução da emissão de CO₂

Mineração
Mineração

Desassoreamento de reservatório de usina hidrelétrica e tratamento de resíduos contaminados

Mineração

Mercados Relacionados