Estruturas para captação de água subsuperficial, superficial e pluvial

A água é um dos recursos fundamentais para todas as atividades humanas; no caso da indústria, trata-se de uma etapa importante para diversos processos produtivos. Em muitos casos, as empresas buscam estruturas para captação de água para otimizar recursos e reduzir custos – assim, diminuem ou evitam a dependência do abastecimento via rede pública.

A construção de estruturas para captar água faz parte do portfólio de serviços da Allonda. Esta captação pode ser de três tipos:

  • Subsuperficial: capta águas provenientes de lençóis freáticos e da umidade do solo;
  • Superficial: realizada em rios, lagos ou represas por meio de bombeamento;
  • Pluvial: captação de água das chuvas.

O processo para construção e implementação de uma estrutura para captação de água começa pelo planejamento e estudos de viabilidade, que incluem não apenas aspectos ambientais e de engenharia, mas também questões legais – é necessário obter outorga para realizar este tipo de atividade. Nesta etapa, o time multidisciplinar da Allonda realiza análises de dados hidrológicos, fluviométricos e de vazão, além das características da própria água para detectar eventuais contaminações e presença de bactérias. Somente a partir destes estudos é possível determinar se é possível ou não aproveitar os recursos disponíveis, e qual a melhor maneira de fazer isso.

Em seguida, o time desenvolve o projeto para construção, contemplando sistemas de bombeamento, barragens, pontos de elevação, tubulações, dutos, poços e outros elementos, além da parte elétrica. Por fim, a equipe de engenharia coloca o projeto em prática, com acompanhamento constante dos engenheiros ambientais, que trabalham para garantir a segurança e a sustentabilidade no aproveitamento dos recursos hídricos.

A Allonda também possui capacidade técnica para planejar e implementar soluções de tratamento das águas captadas, quando necessário.